Pular para o conteúdo principal

Meu Br(eu)

É tarde e a insônia o leva para longe de casa...
O vento gelado lhe abraça, em silêncio e sozinho ele se distancia, se afasta...
Em meio as incertezas e um poste apagado, caminha e corre até a escuridão...
O frio aumenta e perdido, ele corta o vento à punhos serrados e olhos abertos
Uma batalha de noite nublada e em breu, ele foge.
Temeroso, ele aguarda o perigo e busca o anonimato certo...
Tristeza, raivas e incertezas atormentam seus pensamentos...
Se machuca, se castiga e lamentando, segue em frente!
Começa a ver rostos, revive desgostos com lembranças de uma história que ele jogou e não quer ir embora...
O vento impiedoso assopra e seca os olhos cheios, em segredo, em vergonha, sem testemunhas e a sua maneira, ele se recompõe!
O desejo e a alma, correndo nus na meia-noite esquecida, procurando aquilo que não é, mas pode vir a ser...o verdadeiro anseio, a paixão e vontade de vencer.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Semântica de forças

Acredito que a força do espírito se esconde no fraco de nossas personalidades. Não se trata de uma questão de certo mas de conhecer o significado da palavra. O contrário de coragem é covardia, o homem sínico por oposição é irônico, afirmamos ou negamos, mas personalidade não se nega, você tem ou não tem. 
Não quero ser contra meu próprio jeito de agir e me esconder na fortaleza do medo que ilude aquele que sabe jogar com as cartas que não tem na mão. Tenho que acreditar que possuo a determinação que me constrói forte e me prepara contra as várias negações que preciso enfrentar. Teste sua fé e saberá se é forte contra os homens de má fé. Desafie seus medos e saberá se sua coragem é determinada o suficiente para fazer você se conhecer.
A força do levantar trabalha o fato de você estar caido e precisar levantar para seguir em frente.Vista-se de pretensões de levantar com determinação cada manhã, se ainda queres deitar-se com satisfação a cada noite. Concentre-se no que te domina e lute con…

Contos e des(encontros)

A história que eu conto não é um conto de fadas e a princesa não é protagonista de um dilema emocional
Na janela da vida real ela é aquela que canta e encanta com suas histórias e testemunhos
Através da luz que vem do dia, ela ressalta um olhar de pesar e revela, a força que uma sucessão de prantos e risos foram capazes de criar e preservar em seu coração.
Ela guarda dentro dela um cristal de afeto e que de vermelho e amor, nos surpreende com os gestos de uma já esquecida ternura de criança e uma presente convicção de mulher.
Pelo mundo afora ela é a história de uma só vida, que de acreditar e persistir marca nossas histórias e são referência de nossas melhores escolhas.
Em pequenas e raras porções de sentimento, ela encontra e desencontra cúmplices, parceiros e sujeitos que apegados à superfície de suas vontades, machucam, desgastam e afastam sonhos de um dia que não acaba e de uma valsa que não vem,
Ela não é nova, mas sua experiente intuição guia seus olhos e pela janela ela observ…

virando a página

Já faz uma semana e fico muito feliz pelo carinho de todos que fizeram questão de me confortar quanto a perda da minha avó na noite em que me formei...também agradeço em especial aqueles que fizeram questão de marcar presença ligando ou indo na colação para me parabenizar pela formatura. Tive um feedback muito positivo do discurso de orador da turma e gostaria de compartilhar aqui, as palavras de um dos dias mais importante para mim e minha família: A realização de um projeto de vida que tanto lutamos. .
---- por Victor Hugo de Sousa 20 de Março 2017 .
"Boa noite,
 A mim foi dada a honrosa tarefa de falar em nome de homens e mulheres que dedicaram suas vidas a um projeto de universidade que acompanhei desde os primeiros dias de aula do campus Gama. Uma data tão especial não combina com um discurso longo e por isso prometo ser breve nestes 3 minutos de fala. 
Cada um de nós tem uma história diferente para contar sobre o que foi passar pela UnB Gama. A escolha do curso, o primeiro dia …