Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

Construindo um nome

Nas circunstâncias que me encontro, vejo que ao menos meu nome ainda me pertence. Sempre acreditei que seria mais um dos muitos Victor Hugo que por ai existem. Não muito igual e nem tão diferente. Sei que na história do meu nome, um poeta francês,dramaturgo e novelista de estilo romântico escreveu a primeira página, minha mãe sempre lia e a dedo escolhia. Só que de francês não tenho nada, sou ''mineiramente'' goiano e só faço drama com minha própria história para criar identidade própria, mas prefiro fazer da minha identidade o cartão de boas vindas do meu caráter. Minha boa vontade e paciência são minhas únicas armas na diária luta contra a rotina e frieza do sistema que dilacera minha reputação e fortalece minha vontade de querer fazer diferente.
Um texto que gostei muito e gostaria de compartilhar com vocês!

As circunstâncias entre as quais você vive determinam sua reputação. A verdade em que você acredita determina seu caráter. A reputação é o que acham que você é. O c…

Reconciliação

Não me sai da cabeça muitas coisas...
Venho assumindo compromissos que me fazem acreditar que os problemas podem ser muito pequenos se comparados com o aprendizado que tenho. Venho gostando da idéia de ser solteiro! Precisava curtir minha presença, minha companhia... Mas percebi que estou querendo mudanças tão rápidas que me fazem correr o risco de não acompanhar. Tenho pressa para ser feliz.  Ser paciente pra mim é a mais singela prova de respeito a própria história de vida. Também não tenho a ingenuidade de acreditar que terei maturidade compatível com meu sucesso se não passar a dar valor na confiança, respeito e consideração que minha família e amigos depositam diariamente em meu nome. Quem dera fosse menos complicado me cobrar menos, sinto que não tenho o direito de errar, baixar a guarda já não vale mais porque estou refém do tempo, complicado e curto tempo.  Sempre digo que minha felicidade é questão de tempo, nada mais justo que ser pacientemente compreensível com nós mesmos e lem…