Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Incômoda Felicidade

Incômoda felicidade ou felicidade incomoda mesmo? Não precisa ler duas vezes para tentar acompanhar o que já está definido no discinário.Incômodo: Que causa inquietação: questão incômoda. Mas temos a definição de qual felicidade? a de ontem ou a de hoje? Antigamente, a felicidade era uma missão a ser cumprida, a conquista de algo maior que nos fizesse sentir como verdadeiros campeões. A felicidade demandava "sacrifício". Procure fotos antigas, veremos que a felicidade de nós homens estava ligada à ideia de "dignidade", vitória e propaganda de um homem poderoso. Hoje, a felicidade é uma obrigação de mercado. Ser deprimido não é mais "comercial". A infelicidade de hoje é dissimulada pela alegria obrigatória. A verdade é que é impossível ser feliz como nos anúncios da perdigão, é impossível ser sexy como nos comerciais de cerveja. A felicidade hoje é "não" ver. Felicidade é uma lista de negações. Não ter câncer, não ler jornal, não sofrer pelas desgra…

Um signo de duas caras

As máscaras se tornam inevitáveis pela própria vida, que é explosão de forças desordenadas e violentas, e por isso, é sempre incerteza e perigo.Seria eu um geminiano de duas caras? Seria um tipo de fardo astral que consegue descrever pessoas perigosas e imprevisíveis?
 Meu próprio signo do zodíaco me fez pensar de forma ingênua por um bom tempo. Bons tempos aqueles. Tempo que a gente se defendia por pura e simples força de vontade. Resolvi ser otimista e pensar de outro jeito. Afinal, tenho duas caras? Digo que sim...digo que sou moleque, camarada, um victor que mesmo fazendo piadas cretinas só quer arrancar o sorriso de alguem. Vai ver é ai que mora o perigo. Perigoso ser mais humano, mais amigo. O outro, é o mais sério, é o victor filho de pais conservadores, o victor que estuda, que lê muito, talvez o mais chato, o victor profissional... Talvez seja utopia acreditar que tenhamos um lado feliz e um lado triste. Mas acredito que nem tudo na vida é brincadeira, e a vida é boa demais p…

O prazer é meu

Meu cartão de visitas, meu primeiro post... Pouca espectativa quero aqui depositar. Fui convencido de que importante é sistematizar o pensamento, desenvolver o senso crítico e com issu produzir o conhecimento. Não quero aqui fazer propaganda de um blog onde apenas os "bons" tem hora e vez. Longe de mim. Aliás, não passo de um cara que mais parece menino que tenta falar como homem. Um graduando em engenharia que apenas quer fugir a regra, sair da média, usar o errado e modesto português para fazer alguem pensar, se possível concordar: é bom argumentar. Faço minha opinião se tornar meu texto, minhas palavras meu expressar sem voz, meus pensamentos suas vírgulas e minha personalidade suas entrelinhas. Posso ser tudo o que pensam, mas nem sempre serei tudo o que dizem. Prefiro ser muito mais do que imaginam e ser aquele que vai provocar em você a surreal sensação de conhecer alguem de dentro para fora.