Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2016

De corpo e mente

Ser humano é prestar atenção nos sentidos
Nossa consciência corporal e suas 5 formas de explorar os prazeres da carne e do espírito.

'V'ejo um mundo de cores, registro retas e curvas que brilham, que se escondem ao escurecer do dia e criam lembranças da hora que passou, do minuto que acabou e do segundo de agora.
'O'cheiro e a indescritível oportunidade de se emocionar com o que o corpo lembra e a memória já levou embora
'A'tentamente ouço timbres e sons que se comunicam, se traduzem, me orientam e influenciam meu estado de espírito, que como música, descreve o tipo de vida que eu levo ou quero levar
'T'oco e percebo texturas, marco presença e confirmo minha existência ao explorar cada centímetro de pele e material criado por Deus e pelo ser humano.
'P'rovo e sinto o gosto doce da vida que mesmo em seus dias mais ácidos e amargos, encontra formas de temperar sorrisos e momentos na medida certa.

Falar dos sentidos faz tanto sentido quanto escrever so…

Invictus

Poema de William Ernest Henley (1849 - 1903)

Do fundo desta noite que persiste
A me envolver em breu - eterno e espesso
A qualquer Deus - se algum acaso existe
Por minha alma insubjugável agradeço

Nas garras do destino e seus estragos,
Sob os golpes que o acaso atira e acerta,
Nunca me lamentei - e ainda trago
Minha cabeça - embora em sangue - ereta

Além deste oceano de lamúria
Somente o Horror das trevas se divisa;
Porém o tempo, a consumir-se em fúria,
Não me amedronta, nem me martiriza.

Por ser estreita a senda - eu não declino,
Nem por pesada a mão que o mundo espalma
Eu sou dono e senhor do meu destino;
Eu sou o comandante de minha alma;




Poema Invictus Original (inglês)

Out of the night that covers me,
Black as the pit from pole to pole,
I thank whatever gods may be
For my unconquerable soul.

In the fell clutch of circumstance
I have not winced nor cried aloud.
Under the bludgeonings of chance
My head is bloody, but unbowed.

Beyond this place of wrath and tears
Looms but the Horror of the shade,
And yet th…