Pular para o conteúdo principal

Reta final

Meu blog sempre representou minha inquietação e depois de 7 anos de existência continua sendo meu melhor recurso de reconstrução emocional. Acabou virando um conselheiro de tempo integral e uma válvula de escape para tirar excesso de informação e achismos que todo mundo tem e guarda em algum lugar.
Ultimamente tenho procurado entender o motivo de tanta ansiedade e aflição com o futuro da minha carreira. São inúmeras as vezes que me sinto sufocado frente a enorme expectativa que todos possuem a meu respeito. Esse texto é um depoimento e um compilado de "coisa" que acontece e acredito influenciar nosso estado de espírito.

As cobranças diárias para apresentar o curriculum perfeito, o melhor emprego na melhor empresa no melhor setor e o melhor salário...tantas respostas para compôr o fim que justifica o meio. Tantas e quantas humilhações...
A última vez que senti algo parecido foi no vestibular, antes de ingressar no ensino superior...aquela fase que você precisa responder que você vai ter um futuro e que vai ser bem sucedido por ter escolhido um curso concorrido...A verdade é que ninguém pergunta se você precisa daquilo para ser feliz. Nos dias de hoje a felicidade é puro marketing pessoal.
As cicatrizes daquela época continuam evidentes, fazem parte da minha história de vida e a experiência mostra que é inevitável chegar a algumas conclusões óbvias.
Ser feliz com as próprias escolhas não te isenta de cobrança, de perfeccionismo, de obrigações e protocolos sociais rigorosos e que tentam separar as pessoas entre Vencedores, Perdedores e Fracassados.
Pra mim isso tudo faz parte de um venenoso imediatismo cultural. Causa primária das diferentes formas de desigualdade existentes. Jogo de minoria virou da maioria e tudo virou uma questão de um "grupo" contra outro "grupo". Esquecemos que somos da mesma espécie e que viver a própria vida não é um direito mas uma questão de privacidade.
Nossa liberdade é apenas aparente pois somos escravos das boas impressões e das vontades dos mais próximos. A pobreza de espírito é exagerada e se parece com alguém que a gente não gosta e se considera diferente:  gorda demais, alta demais, preta demais, feliz demais, rica demais, gay demais, política de mais, velha demais e clichê demais pra esconder sintomas evidentes de dependência química, física e psicológica. Neste quadro enfermidades somos os doentes incuráveis que buscam pôr alívio imediato em suas dores latentes. Sofrer é penoso, desnecessário, dispensável. 
Consumimos pavorosas toneladas e incontáveis caixas de remédios para não sentir mais aquilo que mais nos identifica como indivíduos! Somos os pacientes mais propensos a apresentar dependência diária de auto-afirmação. Julgamos, condenamos e enquadramos para explicar o porque de nossa indiferença com os melhores amigos e discordâncias em família.
A cada dia somos cada vez menos, nós mesmos.
Não acho que sou o único a compartilhar desta aflição sozinho.
Muito menos penso que meus problemas são maiores que o de outras pessoas.
Estou a falar de minhas reflexões, minhas auto-avaliações, minhas próprias alfinetadas,  meu crescimento enquanto ser humano e protagonista da própria vida! 
Falar em primeira pessoa não deveria ser sinônimo de egoísmo, egocentrismo ou qualquer outra definição superficial, pouco aprofundada e sem qualquer empatia com o próximo.
Hoje consigo interpretar essa cobrança toda como uma forma de motivação pessoal e de amadurecimento para encarar a realidade. Minha vida ganha novo significado e tenho fé que irei colher os melhores frutos que a sinceridade e humildade conseguem plantar.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Semântica de forças

Acredito que a força do espírito se esconde no fraco de nossas personalidades. Não se trata de uma questão de certo mas de conhecer o significado da palavra. O contrário de coragem é covardia, o homem sínico por oposição é irônico, afirmamos ou negamos, mas personalidade não se nega, você tem ou não tem. 
Não quero ser contra meu próprio jeito de agir e me esconder na fortaleza do medo que ilude aquele que sabe jogar com as cartas que não tem na mão. Tenho que acreditar que possuo a determinação que me constrói forte e me prepara contra as várias negações que preciso enfrentar. Teste sua fé e saberá se é forte contra os homens de má fé. Desafie seus medos e saberá se sua coragem é determinada o suficiente para fazer você se conhecer.
A força do levantar trabalha o fato de você estar caido e precisar levantar para seguir em frente.Vista-se de pretensões de levantar com determinação cada manhã, se ainda queres deitar-se com satisfação a cada noite. Concentre-se no que te domina e lute con…

Função Fática

Aconteceu...e agora o passar e o repassar das memórias antigas são a melhor medicina contra essa tal saudade. Se eu apenas pudesse te ver, tudo ficaria bem...

Eu era bom em te fazer rir e chamava atenção sempre que o seu time favorito não ia bem. Falávamos de nossos amores e de como não tínhamos nada haver com nenhum deles, eu ria e os palpites na conversa duravam até a bateria do telefone acabar ou o sinal cair.Né?! Agente falava em se ver, de pular, de ser convidado para ir ao cinema, clube, restaurante e de ter um cotidiano, eu gostava do seu jeito de falar. Temos até um apelido para chamar o outro... Mas a culpa de ter começado é sua, por ser educada! rsss Nunca pensei que nós estaríamos aqui, pretensões cegas escondiam um sentimento mas eu não consegui fazer você ver isto...Não conseguia fazer você ver.

Todas as coisas que quero dizer não estão saindo direito e estou tropeçando nas palavras já que você deixou minha mente girando... Se eu pudesse te ver...

Existe algo sobre você agor…

Inver(são)

Pra você eu tenho algumas palavras a dizer... Mas antes quero pensar nas pausas e condições do novo plano de vôo A viagem levará 5 meses e as medidas de proteção não fazem parte da pauta de discussão A realização que você tanto busca está em um lugar onde ninguém nunca esteve ou jamais voltou vivo para contar uma história que é só sua! Abandono de velhas formas bem construídas, sozinho e pacientemente você vai se desfazer daquilo que te fez chegar tão longe. Despido de anseios e aflições você caminha para a certeza de renovação e a incerta possibilidade de sucesso.   A vida te preparou mental e fisicamente para esse momento e não é hora de olhar para trás.  Destrua o bico do ressentimento, arranque as unhas do medo, retire as velhas penas de suas asas e seja o protagonista de uma nova fonte de inspirações e pensamentos.  Alce o tão esperado vôo de uma nova vida de sonhos e realizações. Tenha coragem e não exite perante a rigidez e aspereza dos fatos e momentos difíceis! O sucesso é um…